sexta-feira, 27 de abril de 2012

Minas do Lousal


  
  A Mina do Lousal (ou Louzal) e a respectiva aldeia mineira correspondem a um antigo couto mineiro, explorado desde o final do século XIX. Localiza-se na freguesia de Azinheira dos Barros e São Mamede do Sádão, concelho de Grândola, distrito de Setúbal, Portugal. A mina tinha ligação, desde 1915, ao designado Ramal do Sado, actual Linha do Sul.
    A mina de pirites fica situada no extremo noroeste da Faixa Piritosa Ibérica da designada Zona Sul Portuguesa, onde se situam igualmente as minas de Canal Caveira, Aljustrel, Neves Corvo e São Domingos e que se prolonga em Espanha para além das minas de Rio Tinto.
Fig.1- Pirite
    Embora a região tenho sido povoada desde a Idade do Cobre, como atestam os monumentos megalíticos e o Castelo Velho do Lousal, é no final do século XIX que se inicia a moderna exploração da mina.
    Durante a década de 1940 a aquisição das "Mines et Industrie" e da "Minas da Caveira" por Antoine Velge, presidente da SAPEC de Setúbal, empresa de fabricação de adubos químicos, conduz ao incremento dos trabalhos mineiros.
    É durante os anos 1950, sob a direcção de Frédéric Velge e Günter Strauss que esta mina de pirite se vai tornar numa das mais modernas de Portugal.
    Com a crise da produção industrial de enxofre, nos anos oitenta, as minas da faixa piritosa vão sucessivamente encerrando. Em 1988, foi encerrada a extracção no Lousal.
    Com o encerramento da mina a aldeia entra em decadência até que, no início dos anos noventa, a Câmara Municipal de Grândola e a Fundação Frédéric Velge iniciaram um programa de revitalização do Lousal. O programa tem por base a criação de uma nova espacialização territorial assente no turismo cultural, com reforço da identidade mineira, destacando-se o Museu Mineiro do Lousal e o Centro Ciência Viva do Lousal.
Fig.2 -Mina do Lousal
    Portugal é um país extremamente rico em recursos mineralógicos e, apesar do sucessivo decréscimo da actividade mineira, achamos por bem referir no nosso blogue algumas das minas existentes no nosso país e que fazem parte não só da história da região onde se inserem como das pessoas que lá viveram.
    A verdade é que as explorações mineiras podem ser bastantes lucrativas e a economia do país foi bastante apoiada por este tipo de actividades, é claro que sem o estudo da geologia, nada disto teria acontecido...
Fontes: http://ciclobeatos.blogspot.pt/2011/10/minas-do-lousal.html

Sem comentários:

Publicar um comentário